24 de novembro de 2010

Dignidade: Direito ou Dever?


O que seria dignidade? Podemos dizer que temos uma vida digna a partir do momento em que temos uma casa para morar, uma família para viver junto, amigos com quem sorrir, um trabalho justo e honesto. A falta do último talvez seja o que mais nos faz perder a dignidade.
Por muito tempo, pensou-se que o trabalho era uma obrigação do homem necessária à nossa sobrevivência e que sua única finalidade era prover o dinheiro para isso. Mas não é. Passamos enormes partes do tempo de nossas vidas trabalhando, convivemos com colegas, aprendemos, modificamos a nós e ao mundo. O trabalho é uma parte da nossa vida, não algo anexado à ela. E se ele é uma parte dela, porque não tornar essa parte a melhor possível?
Para isso precisamos de um trabalho digno, acima de tudo. Hoje a escravidão só não existe realmente no papel. Não é escancarada aos olhos de todos, mas arquitetada de um modo mais inteligente, prendendo mais do que se fossem usadas correntes. É algo que precisa ser mudado por governantes e autoridades, mas, antes de tudo, as pessoas que sofrem precisam querer mudar, não se sujeitar a isso. Dignidade é um direito de todos!
Mas, ainda assim, não deixa de ser um dever. Precisa partir primeiro de nós, para aí sim algum sistema ser mudado.
Não é necessária a escravidão para acabar com a dignidade de alguém. Quantos não estão por aí, infelizes em seus trabalhos, levantando cedo porque não têm outra escolha? Muitos mesmo. Aqueles que não estão sujeitos à outros, sujeitam-se a si, à sua falta de vontade e coragem de mudar.
Digne-se!
Trabalhe no que gosta de fazer, lute por isso, não deixe que outros mandem no que você quer para a sua vida. Quer trabalha menos? Estude para ser digno disso! Se mexa e ajude a mudar o mundo em que vivemos! Quem faz a sua dignidade é você

*Minha redação do Enem! Espero que tenha ficado boa...
O que você achou?

3 comentários:

Romulo Reis disse...

uhm... agr eu to pensando... sera que eu sou digno de postar um comentario aqui??? brincadeira ^^

o "partir de nós" foi o melhor e o mais intrigante... é mtooo facil colocar e apontar o erro de outros ao enves de pararmos e refletir: o que sera que eu estou fazendo??? eu sou digno de ter o que eu tenho?
e a melhoor parte é essa: eu sou digno para ter o eu reclamo que eu nao tenho???

PERFEITO GUH... o cara q ler sua redação do ENEM das duas uma: ou ele chora ou ele muda de vida.. .rsrs

PARABEENSS.SSS

Gustavo dos Reis!!! disse...

hahaha sempre será digno!

ótimas indagações essas!
realmente, achamos que sempre que devemos ter tudo que queremos, mas nunca paramos para pensar se somos dignos disso.

;D valeu mesmo! espero que ele goste! hehehe
(que venha uma nota 100!) hahahahahahah

Phamela Silva disse...

aaaah cara, que orgulho do meu melhor amigo xD
que garotinho inteligente ele ! HAUAHSUAUSHSD
te amo por nós dois ok ? (tá, você não entende isso só a Pah HAUAHSUSHDUHAD)

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Online Project management