3 de dezembro de 2010

Buscas indecisas


A indecisão é um grande mal da humanidade.
Quantas vezes não deixamos de fazer algo porque tivemos uma dúvida? Porque ficamos com medo? De quantas garotas (ou garotos) você não deixou de se aproximar porque não tinha certeza, ou mesmo a mínima noção, de que não seria ignorado ao primeiro contato? Quantas coisas não deixou de arriscar por medo de dar errado? Quantas paixões não deixou florescer? Quantos amores não deixou renascer?
O fato é que sempre buscamos algo.
A maioria de nós acredita que não sabemos o que buscamos. Simplesmente buscamos.
Tenho certeza que em algum momento da sua vida (e esse momento pode ser agora) você sentiu (ou vai sentir) uma estranha vontade de fazer algo, um aperto no peito que deixa suas mãos inquietas, seu corpo alerta, sua mente agitada... o que era esse algo? Não sei. Você não sabe ou sabia, eu não sabia (sabia!).
Quantas vezes não queremos muito fazer algo sem nem mesmo saber o que é esse algo! Diversas...
Os que não descobrem, talvez por falta de insistência, se entregam à uma falta de vontade de tudo. Como não descobriram qual era aquele apelo que o coração tanto ansiava, acabam por deixar tudo como está, deixando de buscar por tudo só por causa de uma simples indecisão...
A indecisão é um grande mal da humanidade...
Mas errado está aquele que acha que uma busca é infrutífera! Nenhuma busca é vã, sempre há algo para se encontrar e, ao ser encontrado, revela-nos novos ‘objetos’ para serem buscados. As buscas são infinitas e infindáveis e nenhuma delas é irrelevante.
Ouvi sábias palavras outro dia em uma música: “Quem busca nunca é indeciso... (TM)”. Às vezes prestar atenção nas letras das músicas é bom. Nem todas têm apenas sonoridade, algumas passam mensagens importantes que deixamos passar na nossa frente, despercebidas.
E essas palavras não deixam de ser verdade! Todos os que buscam, buscam algo, e, como esse algo é real (não acredito que haja algo impossível de ser buscado), uma pessoa que busca não tem como ser alguém indeciso, porque ele tem um objetivo, ainda que não saiba qual é, e um objetivo é algo definido, não uma simples indecisão!
Eu não sou indeciso... Nunca tive tanta certeza de algo na minha vida como tenho agora.
Acima de tudo, todos sempre buscamos a felicidade. Agora eu a encontrei, e não vai ser fácil ela sair da minha vida, não mesmo.
Sabe, ontem, vendo televisão, eu ouvi uma frase muito sábia e só agora tomei noção disso..
“Um sonho não tem prazo de validade”.
Um sonho é um sonho, e, não importa o tempo que demore, o importante é não deixar de sonhar, não deixar de buscar sua concretização. É isso que vou fazer. E também aconselho vocês a fazerem.
O que você achou?

1 comentários:

Ricardo disse...

Seu primeiro paragrafo expressa a Realidade com certeza, pelo menos a minha... =/

E muitas vezes não somos indecisos, mas os acontecimentos mudam o rumo do que tinhamos em mente ou planejado e com isso, surge a indecisão, mesmo que momentânea; nos perdemos dentro do que queriamos e aí nada mais faz sentido :P

A vida... como ela é! ^^

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Online Project management