3 de agosto de 2010

Vivendo ou Sobrevivendo?

Como você vive a sua vida? O que é viver para você?
Podemos dizer que viver é simplesmente respirar porque precisamos de oxigênio, é comer quando temos fome, porque precisamos da comida. Ou então viver é ir para a escola todos os dias porque nossos pais nos mandam para lá, é chegar em casa e não fazer nossos deveres, só porque não estamos com vontade, e matar esse tempo com uma boa soneca de umas quatro horas, e então acordar novamente, comer e voltar pra cama.
Viver seria, como já disse uma música, deixar a vida nos levar? Apenas nos adaptarmos ao que acontece porque “se aconteceu é porque era para ser assim”? É ver algo que nos incomoda, mas não mexermos sequer um dedo para mudar, porque “as coisas estão melhor assim” e “posso viver com isso”?
Não.
Agora eu pergunto de novo, como você vive a sua vida?
Respire fundo.
Conseguiu sentir o alívio quando o ar entra por suas narinas, chega a seus pulmões e inunda sua corrente com o oxigênio tão precioso?
Agora, olhe ao redor.
Você pode ver e identificar todas as cores que te cercam? E os sons? Procure escutar todos. Aquele som baixo e agudo ao fundo, seria um passarinho? Melhor ainda. Pode sentir os cheiros? O perfume de um amigo(a), a comida que é preparada na cozinha, o cheiro da grama e da terra... Se pode senti-los, consegue identificá-los? Você presta atenção nas coisas ao seu redor? Nas pessoas? Você pode realmente ver seus rostos?
Se não conseguiu perceber essas coisas, não diga que é difícil demais. Sim nós podemos! Mas, será que realmente adianta sabermos, e até mesmo acreditarmos, que somos capazes, se não temos a coragem de mudar, de tomar uma atitude?
Alguma vez já encontrou a coragem para mudar algo que te incomodava em você mesmo? Uma situação que não estava correta? Acredita mesmo que as coisas só são do jeito que são “porque Deus quis”?
É claro que nada acontece, uma folha não cai, se Deus não quiser, mas ele deu a nós o livre-arbítrio e com ele a oportunidade, e as vezes a obrigação, de mudarmos as coisas que não estão corretas. Deus não castiga ninguém, não deseja o mal de ninguém. Se algo não está bom na sua vida, me desculpe, mas a culpa é sua. E se esse algo que não está bom continua existindo na sua vida, a culpa é sua novamente. Porque não mudar? Porque não parar de Sobreviver à vida e passar a Vivê-la?
Você pode, só falta agora, você querer.
O que você achou?

2 comentários:

Carlos Leonardo disse...

Muito bom...
cada vez escrevendo melhor....
parabens

Ricardo disse...

Isso aew mano, ateh q tem um pouco a ver com oq escrevi hj... como vira e mexe vc escreve por aí " Não acomodar com oq incomoda" (axo q eh isso :P)
Abrços!!!

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Online Project management