8 de agosto de 2010

Tente outra vez

Eu estava voltando de um pequeno tour por mocidades espíritas de Guarulhos quando tive a idéia de escrever sobre isso.

São tantos os problemas que enfrentamos na vida não é? Na escola, em casa, com os amigos, no trabalho, na rua, no amor... Quando somos pequenos, todos os problemas parecem impossíveis de se resolver. Tudo é difícil e nos desesperamos com pequenas coisas que, depois que passa e crescemos um pouco, vemos o quanto era simples a nossa vida antes.

O tempo passa um pouco e os problemas mudam suas caras. Não são mais apenas notas baixas, lições de casa não feitas ou brigas com colegas que acabavam em empurrões e xingamentos do tipo : “Meu pai comeu sua mãe”. Nós crescemos e os problemas vão se complicando. A fase do primeiro beijo chega e é aí que realmente quase “temos um filho”.

Você está morrendo de vontade de perder o seu bv, mas, além de não saber como, ainda não tem a mínima coragem de falar com a garota desejada. Enfim, essa fase passa e você acaba perdendo um pouco a vergonha (ou não) e ri novamente de si mesmo ao ver o quanto foi ridículo.

Nessa época os problemas em casa mudam também, você quer sair mais e seus pais não ficam tão felizes assim com a idéia. Brigas e discussões sempre aparecem.

Depois de algum tempo, começamos a entrar no mercado de trabalho, faculdade, e os problemas começam a se tornar um pouco mais sérios. É a sua vida que está em jogo, seu futuro, e você não quer que ele seja ruim certo? Batalhamos um emprego, uma faculdade, uma carreira, uma vida. Mas ainda assim, sempre criamos novas coisas para se pensar.

Eu, particularmente, gosto de desafios, gosto quando as coisas não são fáceis demais, para não perder a graça. O problema é que, quando as coisas começam a se tornar muito difíceis, ou todos os problemas começam a ter pequenos problemas internos, as coisas começam a ficar um pouco mais chatas.

Porque tudo tem que ser sempre tão difícil? Uma coisa não pode simplesmente acontecer e pronto? Parece que o tempo todo tem alguém colocando uma pedrinha a mais para tropeçarmos, um novo caminho sem fim para seguirmos. Uma hora a perna cansa de chutar tantas pedras e é nessa hora que o desânimo bate.

Quem nunca sentiu, após ser sufocado por uma nova reviravolta, um novo não da vida, a vontade de parar por ali, de não tentar mais, simplesmente deixar a vida se levar sozinha?

É, já recebi diversos nãos e sei do que estou falando. A vontade mesmo é de não tentar mais. Não dizem que, se tiver que acontecer, vai acontecer? Mais cedo ou mais tarde vai dar certo? As pessoas que inventaram essas frases, provavelmente, não viveram.

Não adianta você simplesmente acreditar que se tiver que ser será. A vida não acontece assim, eu sei que não. Mesmo que você tente diversas vezes, ainda corre o risco de receber diversos nãos. Certo, para alguns não acontece assim. Talvez eles tenham nascido com a bunda virada pra lua, talvez não. o que eu sei é que, pelo menos para mim, nada foi muito fácil até hoje não.

Às vezes eu paro e me analiso e até admiro a minha persistência. Eu não canso, por mais nãos que eu leve, eu continuo tentando (acho que já deu para perceber do que eu estou falando não é?).

Como eu digo de vez em quando, com a dor eu já estou acostumado. Sei que, se não der certo mais uma vez, eu vou ficar mal, vou ficar triste, mas, e aí? se aparecer uma nova chance, uma nova oportunidade, eu vou me entregar à ela novamente, mesmo sabendo que tudo pode dar errado de novo e eu sair machucado de novo. Eu sei que eu sobrevivo. ;D

Não sei se esse é o certo a se fazer, nem sei se devo continuar assim. O que eu sei é que não vou desistir de tentar em tudo o que acontecer na minha vida, não apenas nesse assunto. E é isso que eu digo para você também.

Não desista, por mais obstáculos que apareçam no seu caminho. Sempre haverá uma nova chance, mas isso não quer dizer que você não tem que tentar e aproveitar ao máximo cada uma das que aparecerem.

Tente outra vez.

;D

O que você achou?

2 comentários:

Ricardo disse...

problemas todos nós temos... mas aí que entra a question... A vida teria graça sem eles???! eh lógico tb q ñ precisa chutar o pau da barraca, pq vira e mexe aparece cada B.O. pra gente resolve... ¬¬
É continue tentando... mas e se 90% das vezes ñ der certo? o problema sou eu??? ou ainda eh o mundo? ¬¬
Sei lá, ja pensei muito nisso...

Priscila disse...

Bom essa é uma caracteristica minha tbm Guh, e o que eu sempre penso é: "Eu fiz tudo o que podia fazer. Tentei quantas vezes achei necessário." Assim nós saimos da situação de conciência limpa e feliz por não termos nos acomodado, até pq...

SIM EU POSSO!!!!!

Então vá enfrente, sonhe alto e lute pelo que quer!!!!


"Veja, não diga que a canção está perdida, tenha fé em Deus tenha fé na vida...
TENTE OUTRA VEZ!!!!"

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Online Project management