13 de setembro de 2010

Versos Almáticos

Caminhei por ruas e sonhos

sem rumo, sem sombras ou luz.

Seguia passos e sonhava vidas,

buscando destinos...

Perdia-me sempre

em vezes que pareciam eternas.

Imaginava futuros e planos,

sem saber que ali os sonhos não eram capazes.

Desci e caí, chorei, mas nunca desisti.

Andava e procurava,

sem saber o que achar.

O que tanto fazia falta?

Porque continuar se não há nada para encontrar?

Pensando e sentindo, assim comecei a subir.

Não mais escuridão, agora também sombras,

sombras porque havia luz.

Um pulsar me levou a acreditar

que a vida vai além daquilo que vemos.

Mais um, e agora não quero mais parar.

Vagalumes brilham ao redor,

quero ser mais, não quero piscar,

quero brilhar e voar, sonhar.

Sonhos são realidade e eu

quero sonhar com o amor mais que tudo.

A vida continua em trechos que não sabemos.

Levaremos apenas o amor quando não mais respirarmos.

O que você achou?

2 comentários:

Pa²H (: disse...

|o|
elee postoou!!!
:D

Phamela Silva disse...

ah cara, que demais xD

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Online Project management