31 de janeiro de 2011

Palavras de uma amiga


Estar com você me lembrou que é bom escrever. Nunca fui de rimar, até acontecia, mas sem querer. Escrevo o que sinto sem me preocupar com a estética, o que importa é a verdade que não deve ser também hipotética, já disse que os "e se" e "poderia" nunca ajudam e acrescento que ninguém os acha boa companhia.
Machucada fiquei, por amar demais talvez. Amei além do que via, além das montanhas que não posso alcançar, além de tudo que queria sonhar. Amei mais do que o juízo queria, amei mais do que uma tarde vazia. 'Amar nunca fez mal a ninguém' é o que eu ouvia, só esqueceram de citar que isso valia pra quem não caia. Cair? - você pode pensar - sim, não se cai apenas da calçada pra via ou detrás da cortina, caímos também dos sonhos e quando se cai do pedestal de um ideal é como chupar limão com sal.
Rimei sem querer e uma mensagem chegou, como nas palavras que ouvi, na mensagem você mais uma vez entoou "linda". Por que é que vocês insistem em falar assim? Não é mais namorado e me chama de linda, mal me conhece e diz que sou assim, namora e afirma que a minha fisionomia agrada, mas que roubada! - eu penso.
Tá, você também é lindo, mas te vejo apenas por dentro. Esse é meu mal, me encanto com o que as pessoas são, mas elas não o são para mim ou exclusivamente para mim. Me perguntei esses dias: Por que parece que sempre falta algo ou alguém? e hoje indago: Por que existem tantas pessoas lindas que não são de alguém? - bom, pelo menos não de um alguém chamado eu.
São B's, R's e G's... letras que marcaram, umas foram e outras nem voltaram. Cansei de ter alguém que não quero e querer alguém que não posso.
Vá embora! - eu quero gritar. Mas e pra onde eu vou quando você se virar? Quem vê pensa que eu te amei e você não me quis, caramba eu mal sua mão segurei e já me sinto assim. Paciência é meu exercício diário, ela me falta aos pedaços e os pedaços que faltam me desabam. Saia por ai andando e finja que não existo, quem sabe eu desencano e finalmente existo.
Uma novela de dois dias.
Começo, meio e, ainda assim, me resta dizer que foi bom e você será no meu coração bem vindo, quando finalmente chegar o fim.

(Texto escrito por uma grande amiga que possui muito talento, como podem perceber ;D)
O que você achou?

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Online Project management