24 de janeiro de 2011

Das cinzas um amor

Ao som do bruxulear de uma vela,
Escrevo sobre aquilo que menos se espera.
Quanto tempo precisa o tempo para mudar para sempre o nosso momento?
Fugaz é o instante que passa
E depois que finda sua massa
Às vezes nada possui graça...
Implacável é o tempo com o pensamento,
O faz mudar e transformar, torna-o mais lento.
Mas agora eu penso:
E com o sentimento?
“Todas as feridas o tempo há de curar”
Mentira mal contada que todos tentam tomar,
Isso que é tal sentença,
De morte para aqueles que se entregam a essa doença.
O tempo apenas nos desvia a atenção
De toda a dor que vai no coração.
O remédio para realmente se manter são
Simplesmente é manter a atenção,
Naquilo que não carrega a emoção.
Talvez queira saber um segredo
Se é daqueles que ainda tem medo:
O truque nunca será desistir...
O amor há de existir
Ainda que anos estejam por vir.
Na alma leve apenas a calma
De quem lutou e viveu
Foi ferido e morreu,
Mas que agora das cinzas levanta
E por uma garota novamente se encanta
Reafina-se o espírito
Para que novamente toque o canto lírico,
Do amor que agora findou e finalmente nada restou.
Para o coração que um dia amou,
Perceba que o sofrimento finalmente passou
E veja que ao redor nada poderia ser melhor
Do que ver um sorriso que realmente te faz feliz.
O que você achou?

1 comentários:

Ricardo disse...

Tempo... existe "coisa" mais volátil que o tempo??? Um momento bom num piscar de olhos, um momento ruim uma eternidade, a criação milhares de anos, a destruição apenas alguns minutos...

O amor... se foi ruim o tempo custa a fazê-lo(a) não se importar mais, mas se é um amor que só te faz bem e ilumina sua alma todo dia um pouco mais, tentamos fazer com que ele pare... esforço em vão..., mas aos poucos aprendemos que devemos aproveitar cada segundo com nosso amor e eternizar os momentos vividos em nossos corações.

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Online Project management