16 de janeiro de 2011

O Realismo


Muitos dos problemas do mundo seriam resolvidos se as pessoas resolvessem dois pequenos problemas com elas mesmas.
Muitas vezes eu ouço a frase: Nossa, mas como você se acha!
Essa aqui também já me foi dita uma boa parcela de vezes: Cara, você é muito pessimista!
Na verdade essas duas frases estão erradas e tendem a um mesmo fator.
Realismo.
O que é ser realista? É basear seus pensamentos e atitudes na mais pura realidade, esta que, por sua vez, está baseada na lógica elementar.
Quando as pessoas dizem que eu me acho é simplesmente porque estou falando sobre algo que sei fazer. Tecnicamente, não estou me achando, apenas estou falando a verdade, a realidade. Antes que você resolva parar de ler o texto aqui, deixe eu me explicar!
Primeiro problema da humanidade: falta de alta-estima.
Se você não se achar, quem vai por você? Ninguém. O que eu faço é apenas ressaltar qualidades através de palavras bem colocadas que tendem a mostrar que aquelas qualidades são realmente muito boas. No fim, estou apenas mostrando meus pontos positivos de forma persuasiva e chamativa. Qualquer um pode fazer isso. Pode parecer muito óbvio, mas o truque é falar sobre coisas nas quais você se destaca dos outros. Todos tem algo que sabem fazer melhor do que as outras pessoas.
O nome disso?
Auto-estima.
Outro ponto muito importante do realismo: pensar em TODAS as possibilidades.
Ser realista não é ser pessimista, é apenas considerar que as coisas podem sair ruins também, mas sem nunca desconsiderar os lados bons. Existem pessoas que são extremamente otimistas e acham que nada nunca vai dar errado se elas pensarem que não vai dar. O otimismo extremo já começa errado aí. Quando você está extremamente confiante de que algo vai dar certo, acaba se descuidando e abrindo margem para o erro. Qualquer coisa pode dar certo, assim como também pode dar errado. A vantagem do realista é que, ainda que ele deseje sim que de certo, ele está pronto se algo der errado, assim ele poderá agir com maior eficiência se isso acontecer, além de programar melhor a maneira de se fazer, reduzindo as chances do erro acontecer.
Quando estou andando na rua, tenho sempre confiança de que nada vai acontecer comigo, mas, se acontecer, vou estar pronto para reagir em menos de um segundo. Eu posso estar até mesmo lendo um livro enquanto ando, mas a audição, a visão periférica e até mesmo a intuição estão o tempo todo “sondando” ao redor em busca de alguma coisa.
Esteja sempre preparado. É essencial para não ser pego desprevenido.
Ser realista é enxergar o mundo como ele é. Nem tudo são flores e elefantes rosas voadores. Ninguém irá te colocar pra cima se você não fizer isso primeiro.
Seja realista, você vai muito mais longe assim.
O que você achou?

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Online Project management