25 de janeiro de 2011

E se um dia chegar aquele momento

Em que ao redor não há movimento,

Instante fugaz onde tudo se desfaz,

Sonhos, vitórias, vidas, derrotas,

E então você percebe que nada mais importa,

Nada além daquela pessoa, aquela presença,

Mas isso também mais um segundo e passou,

Pois já esta assinada sua sentença.

O que faria se soubesse o momento da sua morte?

Não que realmente me importe,

Mas a quem destinaria seu último pensamento?

Para qual pessoa seria seu último batimento?

Qual seria a última imagem?

Sua última lembrança?

E se nesse último instante ela não estivesse distante?

Estivesse ao seu lado partilhando o momento?

Qual seria seu último movimento?

Tenho certeza do que eu faria...

Se preciso fosse, no espaço me atiraria

Para com meu corpo proteger

Aquela que me ensinou a viver.

Deixaria minha alma ser levada sem questionar

Para que a dela pudesse continuar,

Sacrificaria a minha vida se tal ato fizesse a dela ficar por aqui.

Estaria pronto para me entregar à simples inexistência

De plena consciência

Sem nunca me arrepender,

Se assim ela pudesse continuar a viver.

O que você achou?

2 comentários:

Eliana Romeu Trevizani disse...

lindo texto é de sua autoria??????

Gustavo dos Reis!!! disse...

ahh obrigado!! sim, a autoria é minha sim!
todos os textos do blog fui eu que escrevi!

XD

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Online Project management