22 de janeiro de 2011

E se todas as luzes de repente se apagassem?

Se você olhasse em volta e não enxergasse nada,
Se apurasse seus ouvidos e sentisse apenas o silêncio?
O silêncio natural de quando não há nada além de você,
Nada além do seu pensamento...
Um silêncio emocional que apenas prova que tudo que te cerca
Simplesmente não dá a mínima pra você.
Se você se levantasse e o chão não sentisse,
Respirasse com todas as forças e o ar não entrasse,
Corresse para todos os lados sem nada nunca encontrar...
Como você se sentiria?
O que você faria se um dia abrisse os olhos e percebesse que estava só,
Que sempre esteve só,
Que ninguém nunca ficou do seu lado,
Ninguém nunca acreditou,
Nunca se importaram com você?
Se sentiria sozinho?
O que você sentiria?
Você conseguiria sentir?
E se você acabasse, depois de tanto procurar ao redor,
Olhando para dentro de si?
E se nessa última busca você também nada encontrasse?
Nenhum sentimento, nenhum pensamento...
Uma palavra, um afeto, um olhar em volta,
Uma atenção para qualquer coisa que não fosse você!
E se nada disso existisse também dentro de ti?
Será que o redor ficaria menos vazio se isso você percebesse?
Ou você continuaria se vendo no meio do nada,
Na companhia de nada,
Com o nada como confidente,
O nada para retribuir seu afeto,
Nada além de nada como parte do seu eterno ser?
Você ainda assim pensaria em nada?
Na conclusão de que “será que o problema não é comigo?”,
Nunca iria chegar?
Fico feliz que ao meu redor e, principalmente dentro de mim,
Muitas coisas além do meu ser eu consigo enxergar.
O que você achou?

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Online Project management