4 de outubro de 2010

Divagações de um jovem brisado!

Hahaha, estou mesmo gostando das aulas de físico-química!

Um dia, voltando de carro de São Paulo com o meu irmão, começamos a falar sobre os motoqueiros depois de eu ver a primeira moto com pisca-alerta ligado.

Eu disse que nunca tinha visto uma assim antes. Ele respondeu: “é claro, na maioria das vezes a moto cai ou capota”.

Cair e capotar não é a mesma coisa? Ele disse que cair é quando perde o equilíbrio e cai de lado, capotar é quanto você sai rodando com a moto. No final das coisas, você vai sempre ao chão certo? Cair nada mais é do que ir de uma altura maior para uma menor. Cientificamente falando...

Cair: Ato ou efeito de transformar energia potencial gravitacional em energia cinética.

Hahaha, da hora. Pensei nisso um pouco depois da conversa. Falei e meu irmão me olhou com uma cara tipo: você ta brisando mesmo hein...

É eu tava. Ai, comecei a evoluir nas brisas.

Tentarei explicar de modo científico algumas coisas do nosso cotidiano. ;D

Comer/respirar: ato ou efeito de transformar energia organizada em desorganizada, ou melhor dizendo, energia química em calorífica.

Andar: ato de transformar energia desorganizada em organizada: calorífica em cinética.

Engolir: transportar comida da boca para o aparelho gastro-digestório através de ângulos perfeitamente calculados.

Engasgar: erro matemático no ato de engolir.

Pular: inversamente proporcional ao cair.

Beber água/urinar: ajudar na homeostasia do corpo.

Se apaixonar: ser atraído por feromônios específicos de outro indivíduo que sugerem que os descendentes gerados serão geneticamente melhorados.

Assoprar: gerar uma zona de baixa pressão na área atingida pelo deslocamento de ar.

Onda do mar: propagação não física que pode ser gerada por uma infinidade de fatores e que não transporta matéria, apenas energia.

Bronzear: escurecimento da pele em resposta fisiológica natural estimulada pela exposição voluntária ou não à radiação ultravioleta da luz solar, causando o aumento de melanina na pele.

Arco-Íris: refração da luz solar causada pelas partículas de água em suspensão.

Cores: é uma percepção visual provocada pela ação de um feixe de fótons sobre células especializadas da retina, onde cada cor tem seu comprimento de onda, tornando-se, assim, diferentes entre si.

Água: organização de duas moléculas de hidrogênio e uma de oxigênio em uma estrutura angular ligadas através de ligações de hidrogênio (ponte de hidrogênio).

Rochas: agrupamento de vários tipos de minerais.

Pedras: objeto inexistente.

Escuro/frio: palavras que denominam coisas inexistentes. São apenas o oposto de algo que existe (luz/calor).

Cuspir: disparar um jato de saliva através de lábios semi-cerrados para que a propulsão causada pelos pulmões seja mais eficiente.

Tropeçar: ocorre quando o pé encontra uma área de atrito maior do que a anterior.

Atrito: força (medida em Newtons) que é exercida contra um movimento.

Desequilíbrio: conseqüência do tropeço. Pode levar ao ato de cair (já explicado anteriormente), escoriações, machucados e até à morte.

Queimar a pele: expor a pele a um objeto onde o movimento dos átomos que o compõe é muito maior que os do corpo. O atrito entre os dois movimentos causa a queimadura.

Morte: esgotamento das energias físicas e espirituais de um invólucro carnal através do tempo ou causas mais drásticas.

Ta bom, parei.

Uhauahauauhauhauhhua eu poderia ficar eternamente nisso, mas, fico por aqui!

Até mais!

;D

O que você achou?

3 comentários:

Pa²H (: disse...

voc fuma!
nhé

Gustavo dos Reis!!! disse...

hahahaha nao fumo!
mas fico imaginando se eu fumasse...

Phamela Silva disse...

que brisa --'!
imagine se fumasse ...

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Online Project management