15 de março de 2011

Pray for Japan


Um país. Um povo. Outra catástrofe.
Com certeza muitos habitantes daquele pequeno país estão pensando: O que fizemos para merecer isso? Não há uma resposta para essa pergunta.
Provavelmente eles não fizeram nada que outros também não tenham feito, nada além do que o nosso povo faz e fez, os europeus e também os africanos. Mas ainda assim, é de se pensar não é?
O povo daqui sofre com enchentes e deslizamentos de terra, eles lá enfrentam tsunamis. Não desmerecendo o que o povo daqui passa, mas devemos concordar que o povo japonês já sofreu muito mais do que nós.
Há mais ou menos sessenta e cinco anos um outro país matou milhares e milhares de japoneses apenas para mostrar sua superioridade bélica em uma guerra que já estava ganha. Além das vidas perdidas instantaneamente, tiveram também as que foram se perdendo com o tempo, e até hoje há aqueles afetados pelas explosões de Hiroshima e Nagazaki.
Sessenta e cinco anos depois, um terremoto mais forte do que todos os que já ocorreram lá, causando mais destruição do que todos juntos. Em seguida, um tsunami, como se já não fosse suficiente. E agora, a ameaça nuclear.
Mas porque mais uma vez? Será que já não suficiente da primeira? Eles têm que passar por isso de novo?
A tensão se espalha pelo mundo por causa dessa ameaça nuclear. Não serão apenas eles os afetados se o pior acontecer lá, mas muitos outros também.
Talvez isso pelo menos sirva de exemplo para os outros países.
Energia limpa? A energia nuclear é simplesmente a pior e mais suja forma de energia que existe. Seus “dejetos” continuam a contaminar por décadas após a utilização e têm que ser devidamente enterrados e contidos para que não causem mal.
É difícil de entender que não devemos brincar com isso? O ser humano não faz ideia das forças com as quais está mexendo, mas, em sua ignorância, acredita que pode tudo.
A natureza está dando seus sinais, a Terra está “dando o troco”. Nós estamos destruindo-a e achamos que não vamos ter que pagar por isso.
Um terremoto? Apenas mais uma fatalidade, isso sempre ocorreu, terremotos são comuns mesmo por lá.
NÃO! Não é assim que as coisas funcionam. Estamos agindo errado com o nosso planeta, com a nossa casa. Infelizmente, mesmo se pararmos agora, a Terra não vai parar. Perdemos a chance de impedir, agora podemos apenas amenizar. A “sentença” está escrita. Prefere amenizar a pena ou cumpri-la em regime fechado?
Pensem nisso.
O que você achou?

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Online Project management