21 de março de 2011

Dominatrix

Dominatrix

Com certeza você já ouviu a frase “A mente domina a matéria”. Ainda mais se você já leu Crepúsculo. Mas não vim aqui hoje para fazer uma paródia ou questionar os motivos que levam um vampiro a não querer comer (não apenas no sentido literal) um jovem humana indefesa. É claro que os apelos da carne são muito fortes, (ainda mais para um vampiro vegetariano) porém uma mente determinada pode superar e dominar qualquer instinto.

Saindo um pouco da mente, vamos ao corpo.

Todos concordam que o que fizeram com os negros e índios no Brasil (sim, eu acredito que os índios foram escravizados. Você acha mesmo que eles tinham como se rebelar usando arcos, quando os portugueses tinham armas de fogo?) foi totalmente vil e desumano. Eles escravizaram e torturaram, porém, o domínio do corpo não é o pior e nem mesmo o mais cruel, pois não somos carne, e sim espírito. Matando a carne, você liberta o espírito, e assim não há mais escravidão.

O pior domínio que existe (você já deve estar imaginando) é o domínio da mente, retratado com perfeição no filme Matrix.

E porque ele é o pior? Simplesmente porque a pessoa que sofre tal tipo de domínio, não sabe que está sendo dominada. O último refúgio de um ser, toda a sua individualidade e existência, é a sua mente. Quando esta é escravizada, todo o seu ser também é.

Agora, você pode me dar absoluta certeza (o pleonasmo foi intencional) de que, neste momento, não vivemos em uma matrix? Tem certeza que pode? Prove então.

É, eu sei, isso é frustrante. Como podemos descobrir isso então? Não podemos, simples assim.

Quer dizer que é impossível escapar? Não. como já disse, não acredito que algo seja impossível (exceto talvez, o fato das sombras)*. O que devemos fazer então? Evitar que sejamos dominados.

Tenho certeza que, se você não acredita, conhece alguém que acredita em Adão e Eva. Agora, como toda a civilização pode ter vindo de um único casal? A genética nós jogamos no lixo não é? E as amazonas de Caim, saíram de onde? Brotaram do chão?

É isso que devemos fazer. Questionar sempre, como nos ensinou Sócrates.

Porque o céu é azul? Podia ser rosa não podia? Ou branco, amarelo – que é a cor do Sol – mas é azul. E você sabe por quê? Porque o Sol emite diversas ondas, cada qual com seu comprimento, e cada comprimento caracteriza uma cor, e a cor predominante é o azul.

E o mar, você sabe por que ele é azul? Azul é uma cor bonita, então, como pintamos nossos mapas dessa cor, ele resolveu nos imitar. Acho que não. Então... já sei! A água é azul. Encha um copo transparente com água do mar. Ela parece azul para você? Ainda mais se for da Praia Grande, aí é que não vai ser azul mesmo. A explicação é muito mais simples (tirando os casos em que ela é verde. Aí é outra história). O mar simplesmente reflete a cor do céu.

Está vendo como até mesmo as coisas simples nos fogem ao entendimento?

Milhões de pessoas, hoje em dia, sofrem desse tipo de domínio no nosso mundo, em graus diversos e de formas variadas. A televisão nos instiga a sermos quem não somos, agir como não queremos, e nós obedecemos às ordens do capitalismo sem questionar, comprando, gastando e nos tornando fúteis.

E porque?

Porque não sabemos usar o por que. Não sabemos por em dúvida, aceitamos sem pensar, nos deixamos dominar.

Mude sua forma de pensar, seja diferente, questione, liberte-se dos grilhões da escravidão. Não deixe que os outros lhe digam o que fazer, faça você mesmo o seu próprio caminho, escolha suas escolhas. Rebele-se (nem tanto) e não se deixe calar.

É você quem manda na sua mente. A sua mente é você.

O que você achou?

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Online Project management