22 de março de 2012

Resenha: O Temor do Sábio

Título: O Temor do Sábio
Autor: Patrick Rothfuss
Série: A Crônica do Matador de Rei
Editora: Arqueiro/ Sextante
Páginas: 960
Skoob: Livro

Quando é aconselhado a abandonar seus estudos na Universidade por um período, por causa de sua rivalidade com um membro da nobreza local, Kvothe é obrigado a tentar a vida em outras paragens. Em busca de um patrocinador para sua música, viaja mais de mil quilômetros até Vintas. Lá, é rapidamente envolvido na política da corte. Enquanto tenta cair nas graças de um nobre poderoso, Kvothe usa sua habilidade de arcanista para impedir que ele seja envenenado e lidera um grupo de mercenários pela floresta, a fim de combater um bando de ladrões perigosos. Ao longo do caminho, tem um encontro fantástico com Feluriana, uma criatura encantada à qual nenhum homem jamais pôde resistir ou sobreviver – até agora. Kvothe também conhece um guerreiro ademriano que o leva a sua terra, um lugar de costumes muito diferentes, onde vai aprender a lutar como poucos. Enquanto persiste em sua busca de respostas sobre o Chandriano, o grupo de criaturas demoníacas responsável pela morte de seus pais, Kvothe percebe como a vida pode ser difícil quando um homem se torna uma lenda de seu próprio tempo. 

Depois de Harry Potter, O Temor do Sábio é a mais bela obra que já tive o prazer de pôr as mãos.

É claro que não há toda aquela grande magia que nos envolve na série de Harry Potter, até porque ela não tem comparação, mas O Temor do Sábio me envolveu de uma forma que apenas Harry Potter conseguiu até hoje.

Novecentas e sessenta páginas que desapareceram num piscar de olhos. Eu simplesmente não conseguia parar de ler, não conseguia ficar sem saber o que aconteceria no próximo capítulo, não conseguia não torcer pelo Kvothe. Eu achava que seria difícil esse segundo livro ser muito melhor que O Nome do Vento, mas fui deliciosamente surpreendido.

Neste livro, o Kvothe se vê obrigado a sair da Universidade por causa de sua inimizade com o Ambrose, porém, ao invés de o livro perder parte da emoção que a Universidade trazia, ele só faz nos deixar cada vez mais colados em suas páginas. Conhecemos mais de perto os ademrianos, dos quais eu tinha uma visão totalmente deturpada, antes, e vemos o Kvothe se transformando lentamente naquilo que o Basta tanto admira. Porém, O Temor do Sábio acaba ainda com o nascimento da grande lenda chamada Kvothe, o que só me fez ficar com muito mais vontade de ler o próximo livro desta fantástica série.

Ela é envolvente, encantadora, cheia de suspense, ação, e uma das coisas que contou muitos pontos para mim: a “magia”, aqui, é regida por leis físicas, tem significado, tem forma de funcionamento, tem lógica.

Me faltam até mesmo palavras para falar mais deste livro. Só posso dizer que o prazer que ele me proporcionou fez com que eu desejasse que ele tivesse até mesmo mais do que as suas novecentas e sessenta páginas. O tamanho, aqui, realmente só deixa a história ainda melhor. Se fosse um livro menor, não teria toda a maestria que este tem.

Enfim, recomendo muitas vezes este livro para todos aqueles que queiram viver dentro de um novo mundo por alguns dias, e continuar vivendo-o na sua mente pelo restante deles.

A Crônica do Matador de Rei, acredito, já é uma leitura obrigatória para aqueles que se consideram fãs de livros de fantasia.
O que você achou?

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Online Project management